ACOMPANHE NOSSAS REDES SOCIAIS

Facebook

Instagram

Linkedin

 

Rezar o terço é um sinal de devoção a Jesus e Maria. Por meio dessa oração, estabelecemos uma conexão íntima com Deus através do coração da Boa Mãe. 

 

“Rezem o terço, todos os dias, para alcançarem a paz para o mundo e o fim da guerra.” (Memórias da Ir. Lúcia, p.174)

 

Oração do Rosário: um “sim” à Maria

Maria nos pediu durante diversas aparições a oração do rosário. A primeira delas se deu por volta dos anos 1200 a São Domingos de Gusmão. Na época, o santo trabalhava na conversão de hereges e, diante de um cenário de crescimento da hostilidade e violência, passava por um duro período de penitência. 

Foi então que, na terceira noite, São Domingos recebeu a visita de Maria, na qual foi apresentado ao rosário no formato das 150 ave-marias com os mistérios gozosos, dolorosos e gloriosos. Logo depois, o Rosário ganhou cada vez mais adeptos e se difundiu na tradição cristã. 

Há relatos também de outras seis aparições de Maria em Fátima, Portugal, de maio a outubro de 1917, reforçando o pedido de rezarmos o terço diariamente. 

“Continuem a rezar o terço, para alcançarem o fim da guerra” (Memórias da Ir. Lúcia, p. 180).

A importância de rezar o terço

Além de uma resposta à Boa Mãe, rezar o terço assim também é uma maneira de lidarmos com os desafios de nossos tempos e um caminho de santidade para alcançarmos a misericórdia de Deus. Dessa forma, os testemunhos das graças vindas desse hábito estão presentes em diversos momentos da nossa história.  

 

“O Rosário acompanhou-me nos momentos de alegria e nas provações. A ele confiei tantas preocupações; nele encontrei sempre conforto”, São João Paulo II.

 

“Se quiserdes que a paz reine em vossas famílias e em vossa Pátria, rezai todos os dias, em família, o Santo Rosário”, São Pio X.

 

“Rezando, nós levamos tudo a Deus: os cansaços, as feridas, os medos, mas também as alegrias, os dons, os entes queridos… tudo a Deus. (…) Usem frequentemente este instrumento poderoso que é a oração do Terço, porque traz a paz aos corações, às famílias, à Igreja e ao mundo”, Papa Francisco.

 

Rosário ou terço? 

Antes de tudo, vamos diferenciar o significado do rosário do terço?

O Rosário é uma versão maior e que contempla todos os ministérios da vida de Jesus. Até 2002 ele continha 150 ave-marias, quando, por decisão do Papa São João Paulo II, passou a ter um ministério a mais e, com isso, 200 ave-marias. 

Semelhantemente, como o nome sugere, o terço é a terça parte do rosário e contém 50 Ave-Marias. Tanto o Rosário, quanto o terço, também possuem uma quantidade de Pai Nossos, Glórias ao Pai e o Credo.

 

Passo a passo para rezar o terço

Terço

Como vemos na imagem acima, o terço é dividido da seguinte forma:

  • Cruz: início do terço e onde rezamos o Creio; 
  • Contas Maiores: “bolinhas” grandes. Na primeira rezamos o pai nosso e, nas demais, o Pai Nosso seguido do “Glória”;
  • Contas Menores: “bolinhas” pequenas, nas quais rezamos as Ave-Marias;
  • Medalha de Nossa Senhora: quando, no fechamento, rezamos a Salve Rainha.

O terço é formado por 5 dezenas. Elas iniciam sempre com uma conta maior, seguida de 10 contas menores. Veja a seguir o passo a passo da oração. 

 

Passo 1:

Primeiramente, inicie fazendo o sinal da cruz;

Passo 2:

Em segundo lugar, faça um ato de confissão  e, em seguida, ofereça a oração para alguém ou alguma situação. Pode ser por enfermo, uma pessoa que está passando por dificuldade ou qualquer outro motivo que você sinta em seu coração. 

Passo 3:

Logo depois, segurando o sinal da cruz, no início do terço, reze a oração do Creio. Depois, na primeira conta (bolinha) maior separada, reze um Pai-Nosso. Em seguida, três Ave-Marias e, novamente na conta maior separada, um Pai-Nosso seguido do “Glória”: 

 

 “Glória ao Pai, ao Filho e o Espírito Santo. Como era no princípio, agora é sempre. Amém. Oh! Meu Jesus, perdoai-nos, livrai-nos do fogo do inferno, levai as almas todas para o céu e socorrei principalmente as que mais precisarem. Amém.”

Passo 4:

A partir daqui começamos a oração dos ministérios. A cada dezena começamos com uma leitura que contempla o ministério do dia, seguido de 1 Pai-Nosso e 10 Ave-Marias. No terço, eles são separados da seguinte forma:

  • Segunda e sábado: quando oramos os mistérios gozosos;
  • Terças e sextas: quando oramos os mistérios dolorosos; 
  • Quartas e domingos: quando oramos os mistérios gloriosos; 
  • Quinta: quando oramos o ministério da luz. 

Confira aqui como recitar cada um deles. 

Passo 5:

Por fim, fecha-se o terço com um encerramento e oração da salve rainha. 

Uma conexão diária

Para fechar, deixamos aqui algumas sugestões de leitura para que você possa incluir esse hábito na sua rotina e colher a ação poderosa de Deus e Maria.

 

 

Você sabe o que faz um Irmão Marista?