A Arquidiocese de Curitiba e a Província Marista Brasil Centro-Sul lançaram uma nova parceria. Trata-se da união de esforços para a concretização de um serviço de escuta telefônica solidária. O projeto foi criado com a finalidade de ouvir e acolher as pessoas que estão se sentindo solitárias ou emocionalmente abaladas em virtude do período de distanciamento social.

O serviço já está disponível para a população, por meio de uma central de atendimento. Uma equipe de voluntários está colaborando para a viabilização do projeto. Parte deste time é formada por colaboradores da PMBCS.

Uma atitude evangelizadora 

Angelo Ricordi, especialista do Memorial Marista e coordenador do projeto, destaca que os voluntários Maristas estão preparados para esse processo de escuta tão importante. “A ideia da parceria com a Arquidiocese de Curitiba nasceu quando estávamos na construção de uma ação parecida dentro do projeto Espiritualidade do Coração. Nossa ideia era oferecer o trabalho de colaboradores, na modalidade do voluntariado para a escuta das pessoas, sobretudo neste tempo de crise. Quando ficamos sabendo do início do projeto da Arquidiocese, vimos a possibilidade de somarmos forças à iniciativa enquanto Província”, conta.  

Por isso, a Diretoria de Identidade, Missão e Vocação da PMBCS promoveu o diálogo entre as duas instituições, com o propósito de aumentar o alcance da boa ação. “Por outro lado, nos sentimos felizes de colaborar e estreitar os laços eclesiais com a nossa Arquidiocese. Ao final desta experiência, nossa ideia é dar continuidade ao processo de escuta e acompanhamento de pessoas interessadas no Itinerário Vocacional Marista”, ressalta Ricordi.

Central telefônica de atendimento

Se você está passando por um momento difícil e precisa de ajuda, ou simplesmente sente que necessita de um momento para desabafar, não deixe de cuidar de sua saúde emocional. Além disso, a Arquidiocese de Curitiba e a PMBCS se colocam à disposição para que você não se sinta sozinho. 

Para receber o atendimento, basta entrar em contato pelo o telefone (41) 3550-0003. A ligação pode ser feita em qualquer dia da semana, das 6h às 22h30. E vale lembrar que pessoas de todas as crenças, idades e regiões podem contar com esse apoio. 

Para mais informações sobre o projeto e a participação da PMBCS, você pode falar com a colaboradora Flávia Rodrigues Lopes, pelo e-mail: f.rodrigues4@marista.org.br.