Leigos Maristas em missão no MéxicoOs integrantes do Movimento Champagnat da Família Marista (MChFM) são Leigos e Leigas que ajudam a difundir o jeito Marista de ser em suas comunidades. E, no caso de Sandro Liech (coordenador do grupo na Regional Sul – Santa Catarina) e sua família, essa participação foi além. Ultrapassou fronteiras e está transformando uma região periférica da capital mexicana, por meio de um projeto de musicalização.

Eles chegaram ao país no dia 21 de julho de 2019. De lá para cá, ao mesmo tempo que podem compartilhar seus conhecimentos, também já aprenderam muito sobre a cultura local e formaram laços de amizade.

Confira o relato escrito por Sandro, sua esposa Jocimare e seu filho Otto, sobre essa experiência.

“Vai ser farol”

Leigos Maristas em missão no México

“Há dez anos, somos membros do Movimento Champagnat da Família Marista. E quando o coração diz: ‘Vai e não olhe para trás, vai ajudar quem precisa, vai ser luz, vai ser farol, vai ser ponte’, não há como ficar indiferente. Assim, decidimos doar um ano de nossas vidas e, em família, mergulhamos de corpo e alma na missão. 

Nosso campo de atuação é uma das mais marginalizadas periferias da Cidade do México. Os desafíos? Grandes. Mas o desejo de ajudar e oferecer outras alternativas que ajudem as pessoas nos anima e nos motiva em nosso trabalho. 

Desde que chegamos, trabalhamos no Centro Cultural Calmecac. Calmecac era a escola dos filhos da nobreza asteca. Daí o significado de um Calmecac na periferia, para que a educação dos nobres esteja também ao alcance dos menos favorecidos. Ali, atendemos crianças, jovens e adultos, de segunda à sábado, das 8 às 18h”.

Solidariedade sem fronteiras

“Nossa ação consiste na administração deste centro cultural e no atendimento de crianças, jovens, mulheres e idosos. Oferecemos aulas de músicas, com oito tipos de instrumentos. E disponibilizamos horários para a prática aos que não tem seu próprio instrumento. Semanalmente, são atendidos aproximadamente 130 alunos. 

Leigos Maristas em missão no MéxicoEm Calmecac, também são oferecidas oficinas, como zumba, yoga, aerostep, capoeira, boxe, corte e costura, dança árabe, trabalhos manuais e primeiros auxílios médicos. É importante salientar que, para essas oficinas, também contamos com o apoio de pessoas  da comunidade. Ao todo, circulam aproximadamente 300 pessoas por semana no centro cultural.

Viver o carisma de Champagnat em ambiente que não é Marista é desafiador, pois temos o compromisso de ser Champagnat ainda mais e mostrar por meio de nossa vivência e de nossa doação. A solidariedade não tem fronteiras e a riqueza do carisma Marista é para todos, é para o mundo! Ser Marista é ter um coração sem fronteiras.

Em nosso coração, temos uma imensurável gratidão pela experiência a nós proporcionada e por nós vivida”.