Logo HMC
INTRANET NOSSA PROVÍNCIA
  • Vocação

Como ser Irmão Marista? Conheça os cinco passos para fazer parte!

COMPARTILHE
Saiba como ser um Irmão Marista

Está sem tempo para ler agora? Experimente ouvir esse conteúdo, basta apertar o play!

A história dos Irmãos Maristas no mundo começou com Marcelino Champagnat, que  teve a bonita intuição de responder a uma necessidade social do seu tempo, no século 19 na França: a educação. Para seguir com essa missão, ele insistiu: “necessitamos de Irmãos!”. Assim, surgiu a Congregação dos Irmãozinhos de Maria. Vamos conhecer com mais detalhes essa história e os valores de um Irmão Marista?

O que nos torna Irmãos Maristas

Antes de tudo, o Irmão Marista é um homem amado e escolhido por Deus que vive o carisma de Marcelino, tendo Maria como modelo. O Irmão se dedica completamente ao propósito de educar e evangelizar crianças e jovens, especialmente os mais pobres, ajudando-os a encontrar e construir seus projetos de vida.

Ainda mais, ser Irmão Marista é uma missão que ultrapassa as fronteiras geográficas, conecta diferentes povos e fortalece uma missão iniciada há mais de 200 anos.

Hoje, são aproximadamente 2.800 irmãos promovendo ações nos cinco continentes e transformando a vida de mais de 654 mil crianças.

O papel da vocação na formação de um Irmão Marista

Primeiramente, precisamos entender o que é vocação e o papel dela na formação de um Irmão.

Vocação é um termo derivado do verbo no latim “vocare” que significa “chamar”. Diz respeito ao ato de escolher e de se dispor para uma missão.

No Batismo, tanto o homem, como a mulher, desde cedo, são chamados a viver uma vida em união, na qual Cristo e Igreja formam um elo vital. Através desse sacramento, passamos então a fazer parte do povo de Deus, inseridos na comunidade.

Além disso, nessa jornada, muitos jovens são tocados pela obra e pela missão de São Marcelino. Nesses casos, o vocacionado inicia então um processo de acompanhamento vocacional.

O acompanhamento vocacional proporciona a oportunidade de organização e aprofundamento do projeto de vida em direção ao carisma Marista e ao referencial bíblico. Em síntese, é um processo pedagógico fundamental para o amadurecimento das opções que estão sendo construídas pelo vocacionado.

Logo após esse processo, o jovem pode dar passos para aprofundamento de sua vocação. Isto é, ele pode ingressar em uma casa de formação ou em uma comunidade Marista que proporcione espaço para o cultivo.

As 5 etapas dessa formação são:

1ª Etapa – Aspirantado e Prepostulado

Aqui acontece um contato inicial, que visa identificar as motivações para se seguir esse caminho. A admissão ocorre por meio do pedido do jovem que já tenha sido apresentado à missão Marista e que pensa seriamente em se tornar um Irmão. Esse acompanhamento vocacional inicial pode durar de seis meses a dois anos, variando de pessoa para pessoa. O pedido é processado por meio do diretor de Vocações, com uma entrevista formal para saber se o solicitante está adequado e pronto para dar esse passo.

2ª Etapa Postulando

Nesse segundo passo o objetivo é postular o ingresso em comunidades de formação, para dar continuidade à trajetória em direção a se tornar um Irmão Marista.

3ª Etapa Noviciado

O jovem entra formalmente no Instituto dos Irmãos Marista para aprender a começar viver como Irmão. O vocacionado é chamado de noviço. Algumas das principais vivências nesse período incluem:

  • Aproximação da relação com Deus e com os Irmãos por meio da oração;
  • Meditação;
  • Estudo da vida Marista e da consagração.

Esta terceira etapa é uma fase de descobertas interiores de identidade e como Irmão Marista. Também se constitui um momento de apreciação pleno do sentido da fraternidade e da vida em comunidade. O jovem chega a um momento muito significativo, no qual faz seus primeiros votos.

4ª Etapa Pós-noviciado

Tendo se tornado Irmão, o jovem segue sua caminhada de aprimoramento e evolução na sua própria educação e da missão. Atua diretamente nas comunidades Maristas e passa a fazer parte mais ativa da comunidade provincial, junto com os outros Irmãos Maristas.

5ª Etapa – Profissão de Votos

Entre 5 e 9 anos após os primeiros votos chega o tempo em que o Jovem Irmão é convidado a fazer seus votos definitivos. Ser um Irmão Marista é um projeto de vida, que deve ser desenhado por cada pessoa, e no qual se leva em conta as potencialidades de cada um e os anseios próprios de realizações e busca de felicidade para a vida.

Bom, agora você já sabe um pouco da nossa história e as etapas para se tornar um Irmão Marista. Se você se sentiu tocado pela vocação e quer saber mais, basta deixar seu contato no formulário abaixo: