O uso de atividades lúdicas e interativas na catequese é uma forma de direcionar a energia contagiante das crianças para ajudá-las na missão de descobrirem Jesus e sua proposta.

Contação de histórias, estímulo da criatividade por meio da arte, atividades manuais e jogos são algumas das formas de captar  a atenção dos pequenos. Essa reflexão pode ajudar não apenas catequistas, mas também aos pais, que podem aproveitar para se divertir com seus filhos enquanto os ajudam a caminhar com Deus.

Na hora de preparar essas atividades de catequese, no entanto, catequistas e pais precisam se certificar que elas podem realmente contribuir para a trajetória das crianças. É importante que elas se divirtam e que passem a olhar para a experiência de fé como uma parte importante e divertida de suas vidas.

Para ajudar nessa tarefa, separamos, em seguida, dicas para se pensar em coisas que as crianças já fazem naturalmente com alegria e aliar isso a temas como a Bíblia, os ensinamentos de Jesus, os profetas e os apóstolos, a Igreja, os sacramentos, os santos, entre outros.

1 – Falar da Bíblia contando histórias na catequese

Já reparou como os tempos mudam ao longo das décadas e as crianças seguem fascinadas por histórias? Podemos dizer de certa forma que Jesus também foi um entusiasta dessa prática durante sua passagem pela Terra.

Ele usou narrativas o tempo todo para cativar as pessoas e promover a reflexão sobre a forma de estar no mundo como seus discípulos. E nós seguimos lendo suas parábolas e encontrando aprendizados nas palavras sagradas deixadas pelo Filho de Deus até os nossos dias. 

As histórias contadas por Jesus podem ser um ponto de partida para atrair a atenção dos pequenos na catequese. Há inúmeros desses textos e imagens na internet gratuitos e adaptados para a versão infantil, como no site da Canção Nova, por exemplo. Com a linguagem adequada para o entendimento de cada idade, esse é um material que abre inúmeras possibilidades de reflexão.

2 – Contar as histórias da infância de santos, profetas e de Jesus

Quando evocamos à memória a imagem de santos(as), profetas e Jesus, é comum que lembremos deles(as) como adultos(as).

Até mesmo as artes costumam priorizar as representações deles(as) em suas fases crescidas. No entanto, uma forma bastante interessante de atrair a atenção das crianças na catequese para os temas da religião é lembrar que todos os personagens das histórias que contamos a elas também foram crianças um dia. Esse é um modo efetivo e afetivo de ensinar aos pequenos que eles podem escolher traçar vidas mirando no exemplo de santos, profetas e de Jesus. 

Download Gratuito: A história dos Santos Maristas e um olhar sobre a Santidade

3 – Envolvimento em atividades religiosas

Algumas fases do aprendizado das crianças envolvem a imitação de coisas feitas pelos adultos. Então é muito mais fácil que a criança desenvolva o gosto por praticar a fé se for ensinada desde cedo.

Coisas simples, como montar um presépio no tempo de Natal, participar de campanhas de solidariedade e ajudar a fazer os tapetes de Corpus Christi na rua são alguns exemplos que ajudam a desenvolver o gosto por viver em comunidade.

Claro que é necessário tomar muito cuidado, é crucial envolver as crianças de forma divertida e lúdica na catequese. Nunca se deve colocar isso de uma forma impositiva ou colocar crianças para fazer atividades que envolvam risco à integridade física.

4 – Jogos, brincadeiras e arte com reflexões na catequese

As crianças adoram dedicar energia para aprender brincando. E é totalmente possível aliar esse universo lúdico com a catequese, através de reflexões a respeito da fé por meio de jogos e brincadeiras.

Se for em um ambiente fechado, é possível trabalhar, por exemplo, cruzadinhas, desafios de perguntas e respostas, recortes de revistas e jornais e desenhos para colorir.

Em ambientes externos, então, é possível envolver a religiosidade e fé junto a práticas esportivas, promover gincanas, exposições de imagens, encenações, gravações de vídeos, formar uma banda, escrever poesia, organizar mutirões para ajudar uma comunidade… a lista é praticamente infinita. 

Catequese infantil: reflexão desde os primeiros passos!

O importante é ter em mente sempre que as atividades de catequese devem levar à reflexão os caminhos de Deus que podemos percorrer. Afinal de contas, a felicidade das crianças ao aprender é inspiradora. E mais inspirador ainda é despertar nelas o desejo de conhecer melhor Jesus e seu projeto. De saber de outras pessoas que seguiram esse caminho e de trilhar a mesma estrada, em direção da verdadeira felicidade.